Buscar

Gnocchi della Fortuna

Conheça a história e a tradição por traz dessa data


Foto de Karolina Grabowska

Você sabia que o nhoque é uma das massas mais antigas da culinária italiana? É comum atribuir essa tradição à Itália, mas será que os italianos são os responsáveis por sua criação?

O que se sabe é que o nhoque tem origem incerta. São produzidos e consumidos há muito tempo e estão presentes nas mesas italianas desde tempos imemoriáveis.


Geralmente, os nhoques são feitos de batata, porém existem outras variações, como de abóbora, de ricota ou só com água e farinha. Também existem os de sêmola, mandioca, ervilha, feijão e até de castanhas, as possibilidades são inúmeras. Isso sem falar nos molhos.


Além da diversidade dos nhoques, existem alguns hábitos relacionados a eles, como consumi-los durante o Carnaval. Em Verona, é servido com tomate, manteiga e sálvia na sexta-feira, o chamado “Venerdì Gnocolàr”. Em Castel Goffredo, na província de Mantova, o rei mascarado do Carnaval, o Re Gnocco, oferece nhoque e vinho aos seus “súditos” também na sexta-feira.

No entanto, para muitos, o nhoque é muito mais que um prato italiano delicioso. Ele é sinônimo de tradição, sorte e fartura. Esse prato pode trazer sorte e muita fortuna para aqueles que o consomem todo dia 29.


História

O famoso nhoque da fortuna, também chamado de gnocchi della fortuna, é uma lenda muito antiga, mas que até os dias de hoje muitas pessoas a seguem.


Reza a lenda que no século IV, exatamente num dia 29, um jovem médico recém-convertido ao cristianismo, chamado de São Pantaleão, vestido de andarilho, percorria as ruas de um vilarejo na Itália, faminto, bateu à porta de uma casa pedindo comida. A família era grande, humilde e não tinha muita comida para oferecer, mas mesmo assim convidaram o santo católico para entrar e comer junto à mesa. A comida era nada mais nada menos que nhoque, porém haviam poucos para servir, então cada um recebeu sete nhoques. Assim que o São Pantaleão terminou de comer, ele agradeceu, disse que a família teria um ano excelente na colheita e na pesca e depois seguiu seu caminho. Contudo, para a surpresa da família, o suposto andarilho havia deixado moedas de ouro debaixo do prato como forma de agradecimento pela refeição.

Dessa forma, a refeição de nhoque no dia 29 de todos os meses se tornou uma verdadeira tradição italiana.



Para a simpatia “dar certo”, a tradição mantida desde o século IV precisa ser seguida.

Vamos ao ritual então: antes de comer, deve-se colocar uma nota de qualquer valor sob o prato e comer os sete primeiros gnocchi em pé fazendo um pedido. Ao terminar a refeição, a nota deve ser guardada até o dia 29 do outro mês e repetir a ação, para que assim haja prosperidade eterna na sua casa.


Portanto, seja uma tradição italiana ou não, já é uma grande sorte degustar uma boa travessa de gnocchi, digna de ser comemorada.





Participe do encontro on-line "Italiano in cucina"


46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo